Dizem que o tempo cura todas as feridas. Mas quanto maior é a perda, mais profundo é o corte. E mais difícil é o processo para ficar inteiro novamente. A dor pode desaparecer, mas as cicatrizes servem como lembrete do sofrimento. E o deixam preparado para nunca mais ser ferido. Enquanto o tempo passa… Nós nos perdemos em meio à distrações. Agimos por frustração, reagimos agressivamente, nos entregamos à ira. Durante todo o tempo tramamos, planejamos e esperamos ficar mais fortes. E sem que percebamos, o tempo passa. E estamos curados, prontos para começar de novo.
The Originals. (via eternue)

Saudade de acordar e ter motivos pra olhar o celular.
Não fique bem sem mim.
Luara Quaresma. (via despoetizei)
Amou, na mesma intensidade que sofreu. Perdeu, na mesma intensidade que lembrou. Se foi, mas sempre com a vontade de ficar.
Jadson Lemos.    (via ofuscador)
Sempre me senti fora de contexto. Literalmente, tropeçando pela vida.
Bella Swan.       (via ofuscador)


Eu posso falar mal da minha cidade, porque eu moro aqui. Você não.


Acredito que quando alguém chora sem motivo é para aliviar todas as vezes que ela engoliu o choro e colocou um sorriso falso em seu rosto.
Caio Fernando Abreu.   (via adesejar)
Recentemente alguém não muito próximo de mim, me perguntou como estava minha vida, não lembro a desculpa esfarrapada que dei na hora. A questão é que, nunca fui boa em expor meus problemas, minha dor, minha felicidade pouco duradoura, minhas coisas. Há uma coisa que não conto, mas, não sinto muito. Embora, as pessoas que convivam comigo, notem isso. Não espero nada de ninguém e ninguém cria expectativa em mim, gosto disso. Me perdi inúmeras vezes na tentativa de me achar em pessoas ocas. Agora, quero poder gostar das pessoas certas. Não imaginar, sofrer por antecipação ou idealizar medos futuros. Silenciei a minha dor e continuo escrevendo entre parágrafos alucinados. Não sei como as pessoas demonstram sua frustração. Choram? Quebram objetos em casa? Fazem dramas querendo chamar atenção de amigos? Gritam? Xingam? Eu apenas escrevo. Escrevo na tentativa de encontrar uma saída. Sim, eu me permitir estar triste e estou triste mais uma vez por saber que o mundo está cheio de pessoas sentindo o mesmo.
Máh Soares. (via nobroke)
Um dia a gente toma jeito, se beija, e descobre o cheiro do rosto, a força do hálito e o tom dos nossos olhos, assim bem de perto. Isso eu já planejei mil vezes e estou esperando o momento certo, assustadoramente perdido no caminho errado. Sei que se me puxar pra dançar, vai fazer calor em mim, o vento pode virar e é capaz de chover. Sei também que darei um jeito de ter uma das minhas crises de vinte e cinco espirros consecutivos. Porque, você sabe, sou patético e não sei lidar. Mas não adianta, festa começa, festa termina, você sempre dá um jeito de partir sem mim e o meu coração em dois. E sozinho, mais uma vez, eu vou pra casa te amando em dobro.
Gabito Nunes  (via eternismo)